junho 17, 2016

Energia Solar

energia solar1

A energia solar fotovoltaica é a energia obtida através da conversão direta da luz em eletricidade (Efeito Fotovoltaico) sendo a célula fotovoltaica, um dispositivo fabricado com material semicondutor, a unidade fundamental desse processo de conversão.

Este tipo de energia usa-se para alimentar inumeráveis aplicações. Devido à crescente demanda de energias renováveis, a fabricação de células solares e as instalações fotovoltaicas tem avançado consideravelmente nos últimos anos no Brasil, devido a insolação ser abundante, renovável e limpa.

Entre os anos 2001 e 2015 produziu-se um crescimento exponencial da produção de energia fotovoltaica, dobrando-se aproximadamente a cada dois anos. A potência total fotovoltaica instalada no mundo (conectada à rede). No final de 2014, tinham-se instalado em todo mundo cerca de 180 GWp de potência fotovoltaica.

Graças a este crescimento, e a constante sofisticação e a economia de escala, o custo da energia solar fotovoltaica baixou gradualmente desde o inicio do seu desenvolvimento, aumentando a eficiência, e conseguindo que o seu custo médio de geração elétrica seja já competitivo com as fontes de energia convencionais num crescente número de regiões geográficas, atingindo a paridade de rede.

Sistema fotovoltaico conectado à rede elétrica (on-grid).

Existe hoje no Brasil a regulamentação por parte ANEEL que permite o pleno funcionamento do sistema fotovoltaico conectado à rede elétrica assim como o sistema de compensação energético, habilitando o consumidor de energia elétrica das distribuidoras a produzirem sua própria energia e pagar apenas uma taxa mínima em sua conta de luz referente a acessibilidade a rede de distribuição elétrica.

O sistema solar solar fotovoltaico é um gerador de eletricidade que tem como combustível a energia solar, e que trabalha em conjunto com a rede elétrica da distribuidora de energia.

O painel fotovoltaico gera eletricidade em corrente contínua, e o inversor de frequência (aparelho que faz a interface entre os painéis fotovoltaicos e a rede elétrica) converte em corrente alternada e ‘injeta’ na rede elétrica. Antes de ‘injetar’ a energia, o inversor ‘lê’ os valores de voltagem e frequência da rede, para que não haja nenhuma ‘modificação’ na energia.

Quando os aparelhos eletroeletrônicos estão consumindo, e o sistema fotovoltaico está gerando energia, toda a energia gerada é aproveitada pelo consumidor seja uma residência, comércio, indústria e entidades públicas.

Quando os aparelhos eletroeletrônicos estão consumindo mais do que o sistema fotovoltaico está gerando no momento, a parte que falta é ‘consumida’ da rede elétrica.

Quando o sistema fotovoltaico está gerando mais potência do que está sendo consumida, a energia excedente ‘automaticamente’ sai pela rede. Nesse momento, o medidor de energia ‘registra o excedente’ e o cliente têm um crédito energético aplicado a sua conta para ser consumido em até 60 meses.

como_funciona_2

Veja um resumo sobre essa tecnologia nesse vídeo educativo, produzido pelo Instituto Ideal, que explica em menos de três minutos o que é eletricidade solar.

Solicite um orçamento através do formulário:

Nome

E-mail

Telefone com DDD

Mensagem